A primeira janelinha a gente nunca esquece!

Seu primeiro dentinho nasceu aos 9 meses e junto veio choro, incômodo, dor, falta de apetite e muitas madrugadas em que remédio nenhum substitua o carinho, o aconchego, o colo e leite da mamãe.

Lembro da gengiva inchada, do quanto babava, das diarréias, dos quadros de febre e resfriados que vieram por conta da baixa imunidade que ganhou vindo de tuuuuudo que colocava na boca para morder e aliviar a sua dor.

E assim foram com os próximos. Um a um. Cada um no seu tempo. E a mamãe foi aprendendo a lidar melhor e juntos fomos superando essa fase. A boquinha ficou cheia de dentinhos de leite lindos e fortes para comer “um dos pratos preferidos do papai”, como você bem desenhou no presente que fez neste Dia dos Pais… churrasco!!

Mas você está crescendo, meu menino, e rápido demais, por sinal.

Semana passada, na hora da escovar seus dentesantes de dormir, mamãe foi surpreendida com seu primeiro dente de leite mole…. mole? Como assim? Já??

Ah, meu menino, hoje penso que todo aquele sofrimento que você passou quando seus dentinhos nasceram serviram para te deixar muito corajoso (até mais do que a mamãe e o papai, que precisou se preparar psicologicamente para arrancar seu dente) para enfrentar a retirada deles agora.

E aí está, a primeira janelinha a gente nunca esquece!

E daqui pra frente, vamos cuidar ainda mais dos dentinhos que estão por vir, pois eles devem crescer fortes e saudáveis, afinal, serão seus amigos por toda a vida.

By @anappiedade

Deixe um comentário