Domando sua Ferinha

” As crianças que intimidam as mais fracas tem baixa auto-estima e sentem-se engrandecidas ao humilhar as outras”
Essa afirmação do Dr. Christopher Green me pegou de surpresa, confesso !!
Mas, parando para pensar, quem é o menino no condomínio que começa a brigar, quem é aquele que está sempre na lista negra da professora?
Sim, é aquele que em casa é carente, é aquele que não tem a atenção do pai/mãe, é aquele que precisa se auto afirmar, aquele que precisa se mostrar o maioral, aquele que quer marcar território.
Quando a vítima é o nosso filho, queremos resolver, conhecer o “pivete” conversar com os responsáveis, enfim…
Mas quando o nosso filho é o antagonista dessa história ??
Qual a luz acende em sua cabacinha??
É bom ficar atento aos pequenos detalhes e reações de comportamento desses meninos, eles nos mandam mensagens subliminares.
Outro dia um garoto do condomínio que era um fofinho quando pequeno, atacou o meu filho, e não estou falando no sentido figurado, como esse menino agora com 3x o peso do meu, tem conhecimento de esportes de luta, aplicou golpes, botou no chão, apertou o pescoço, e quase finalizou meu filho, (Deus o guardou, tenho certeza).
Passou, o pai foi conversar com o pai, enfim… ficou assim,
Nesta semana encontrei a mãe dele, e ela em conversa me contou como foi difícil para o filho se adaptar ao novo ciclo da vida, mudança de país, escola, vida, largar a boa vida no exterior, a correria que os pais estavam enfrentando, foi nessa hora tudo se encaixou, o menino estava querendo “marcar território” se mostrar o cara do pedaço, mal sabiam os pais que o menino estava agindo como uma bomba esperando a hora de estourar!
Enfim, valeu pela conversa com os pequenos, sobre como discutir ideias e não partir para agressão física e não querer se mostra maior ou mais forte, do que já é… !
#10anos a idade que começam as variações, de todo tipo, de zero a cem em um segundo, #oremos!
bjs
#criandomeninos domando a ferinha

Deixe um comentário